quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Sangue de Palha em terras mexicanas



O excelente blog mexicano La Aldea de Tauro -"Una mirada desde Aguascalientes, tierra de toros"- vem lembrar a importância da presença de um touro de Palha na ganadaria mãe da cabana brava asteca - a ganadaria de San Mateo. O touro em causa foi oferecido aos proprietários da ganadaria, os irmãos Antonio e Julián Llaguno, pelo célebre diestro espanhol Ricardo Torres Torres Bombita, em 1907. Era o sobrero de uma corrida realizada na Cidade do México, em 17 de Fevereiro de 1907, em que Antonio Fuentes e Bombita lidaram dois touros de San Diego de los Padres e quatro de Palha. Na corrida destacou-se o quinto touro, «um arrogantíssimo cárdeno», que tomou seis varas recarregando, derrubou por cinco vezes os picadores e matou um cavalo. Segundo o blog, o sobrero português, «de indubitável procedência vazqueña», agregou «uma percentagem de sangue brava de origem conhecida» às reses dos Llaguno, que estas de início não possuíam (http://laaldeadetauro.blogspot.com/)




Um comentário:

laaldeadetauro disse...

No hablo ni escribo el portugués, pero gracias por la referencia a mi blog y a mi post. Perdón por hacerlo hasta ahora, pero apenas me doy cuenta. Saludos desde Aguascalientes.